Academia Caxiense de Letras

CADEIRA N° 01

Patrono:

José Bernardino dos Santos

 

Poeta, orador, jornalista, dramaturgo e contista. Foi escriturário da Comissão de Terras em Caxias do Sul. Considerado por todos como o maior escritor de sua época. Faleceu em 1° de junho de 1892. Data que foi escolhida para fundação da Academia Caxiense de Letras.

CADEIRA N° 02

Patrono:

Carlos de Lavra Pinto

 

Ocupou o cargo de desenhista na Comissão de Terras da Comarca de Caxias do Sul. Usava o pseudônimo de Cyríaco. Pertenceu ao Parthenon Literário. Colaborou nos jornais A Federação e O Paladino.

CONTATO

CADEIRA N° 03

Patrona:

Ana Barboza Noronha

 

Poetisa caxiense, filha do escrivão do cartório Civil e Criminal de Caxias do Sul, o senhor Antônio José Barboza Júnior.

CADEIRA N° 04

Patrono:

Dr. Antônio Augusto Casagrande

 

Jurista, filólogo, latinista e poeta. Foi Juiz da Comarca e Deputado Estadual. Colaborador assíduo do jornal caxiense O Orientador. Encaminhado ao Seminário de Pareci Novo, pouco antes da ordenação sacerdotal, deixou o seminário por falta de vocação. Foi membro honorário do Grêmio Literário Caxiense.

CADEIRA N° 05

Patrono:

Leonel de Vargas

 

Professor, jornalista e escritor. Em Caxias do Sul colaborou com os jornais Correio do Município, Gazeta Colonial e O Orientador. Fez parte do Grêmio Literário Caxiense.Muitas vezes usou os pseudônimos de Teófilo Alentino e Cristiano Leonel em suas prosas. Em suas poesias, por vezes, usou o pseudônimo de Nasciturus.

2