Academia Caxiense de Letras

GLOSA PARA AMÁLIA MARIE GERDA BORNHEIN

 

O AMOR

 

Mote:

Mais sublime do que o amor

nada existe neste mundo...

Nem a beleza da flor

se iguala a um amor profundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alice C. V. Brandão

em 28/02/2011.

 

 

 

 

 

 

 

Mais sublime do que o amor

com sua doce ternura,

intensidade e calor

que um longo tempo perdura

 

 

aquecendo o coração,

nada existe neste mundo...

Nem mesmo a bela canção

desse vento vagabundo;

 

 

nem o brilho encantador

do sol no trigo dourado;

nem a beleza da flor

em seu reino perfumado;

 

 

nem o rumor de uma prece,

que traz o perdão fecundo;

nem o afeto, ao que parece,

se iguala a um amor profundo!